terça-feira, 11 de setembro de 2007

Paula e Bebeto

Hoje, lembrando da história do namoro de um amigo essa música me veio à cabeça... o camarada é um bom maluco, descolado e quiçá ateu. Foi namorar justamente uma filha de evangélicos, família certinha, hora pra chegar em casa, namorar no portão essas coisas e talz.
Pensando em toda essa bagunça e vendo que mesmo assim o namoro é tão bacana, esta música me veio à cabeça, afinal, "Qualquer maneira de amor vale à pena / Qualquer maneira de amor vale amar". Como tenho alguns discos do Milton, vim procurar para ver se em algum esta música constava. Para minha felicidade, encontrei um daqueles discos que merecem ser ouvidos sem parar, e é isso o que estou fazendo no momento.
Disco lindo e emocionante, taí um que vc não pode deixar de ouvir, ver e sentir. Ah, até agora não disse o nome do disco, né? Foi mal... "Journey to dawn" (minha tradução livre: Jornada à Alvorada). O disco tem uma batida que lembra muito a bossa nova, bateria leve, muito piano, um baixo marcante e percussão com elementos que rementem à floresta brasileira, fora inúmeros outros elementos que deixei de citar aqui, (mas beleza, este blog é feito por um ouvinte e não por um músico!). Foi gravado em 1979 e era uma tentativa do Milton penetrar o mercado americano, "mas infelizmente, isso tudo era muito exotico para o público americano da era disco" (mais uma tradução livre feita por mim).... "Unfortunately, it was all too exotic for American audiences in the disco days" (fonte: http://www.artistdirect.com/nad/store/artist/album/0,,136940,00.html)
Capa também linda e músicas como "Unencounter" (Canção da América traduzida pro inglês), "Maria Maria" (numa versão lindíssima, com ele cantando apenas a canção, sem a letra... se eu soubesse como fazer, postava a música aqui no blog), "O cio da terra" (cantada em inglês e português), a música do dia, "Paula e Bebeto" (também cantada em inglês e português), "Maria três filhos" etc.
Hoje deixo pra vcs a capa deste discaço e a letra de "Paula e Bebeto". É caro leitor, não perca tempo, corra pra baixar esse disco. Se tiver uma grana sobrando, compre! Esse vale muito à pena!

Paula e Bebeto
(Milton Nascimento)

Ê vida, vida, que amor brincadeira, à vera
Eles se amaram de qualquer maneira, à vera

Qualquer maneira de amor vale à pena
Qualquer maneira de amor vale amar

Pena, que pena, que coisa bonita, diga
Qual a palavra que nunca foi dita, diga
Qualquer maneira de amor vale aquela / amar / à pena /
valerá

Eles partiram por outros assuntos, muitos
Mas no meu canto estarão sempre juntos, muito

Qualquer maneira que eu cante este canto
Qualquer maneira me vale cantar

Eles se amam de qualquer maneira, à vera
Eles se amam é prá vida inteira, à vera

Qualquer maneira de amor vale o canto
Qualquer maneira me vale cantar
Qualquer maneira de amor vale aquela
Qualquer maneira de amor valerá

Pena, que pena, que coisa bonita, diga
Qual a palavra que nunca foi dita, diga

Qualquer maneira de amor vale o canto
me vale cantar

5 comentários:

Camila disse...

é! existem dias e hora para tudo, inclusive para dor e para a alegria! inclusive para amar minha cidade e odiá-la por produzirem sons que me atrapalham a pensar, por demolirem a casa de minha avó onde passei tão belas lembranças e perfurarem seu solo para construir um edifício enorme.
tem dias que tenho preguiça de cozinhar e compro uma lata de sardinha, e as vezes como miojo porque gosto do gosto.
existem dias que deito na grama desta mesma cidade e olho para o céu que parece o mais azul de todos, e ai, alguns dias depois meu nariz espirra porque tenho rinite e esta cidade é cheia de poeira de cosntruções, pó de minério e poluição de carros.
mas tenho uma padaria e um supermercado perto de minha casa!!! morar no campo ou na cidade há vantagens e desvantagens, mas eu continuo morando aqui!

Camila disse...

ah! e já ia me esquecendo! ainda bem que há música para que eu possa suportar tudo isto com um sorriso nos lábios

Ligia Protti disse...

que legal esse blog, a idéia de uma música por dia foi muito bacana, afinal, não há, definitivamente, um só dia que se passe e não tenhamos pensado em uma música, seja só pra cantarolar até o ponto de ônibus( num tom até um pouco alto, pq tem barulho de carro e tudo, e vc pode se soltar um pouco mais)ou pra parar e ficar lembrando da letra, cantando pra si mesmo, atento à sensação que ela te provoca. acho que uma das coisas super essenciais à vida: uma música por dia.

"você já ouviu sua música hoje?", deveria ser assim, como fazem com as necessidades básicas, tipo escovar os dentes, ir ao banheiro, comer, dormir...ouvir música é entrar numa outra esfera dos sentidos.

então, não sei como chegou até o meu omelete de lichia, mas cheguei aqui pelo seu post e curti. até porque caí justamente nesse post sobre o iluminado Milton, pelo qual tenho uma paixão tremenda, daquelas de saber quase todas as músicas de cor ("quase todas" pra não ser muito pretenciosa).

O Jurney to dawn é lindíssimo mesmo.

Ligia Protti disse...

só corrigindo..Journey to dawn.

Anônimo disse...

I dοn't even know the way I ended up here, but I assumed this post used to be great. I don't unԁerstаnd
who you might be howevеr ceгtаinly уou аre going to a well-known blοgger for those whо aren't already. Cheers!

my web-site hcg spray
my site :: hcg 500 calorie diet