quarta-feira, 2 de março de 2011

1982 - Gilberto Gil - Um Banda Um


Os discos que Gilberto Gil gravou nos anos 80 são mesmo inexplicáveis. O excesso de instrumentos eletrônicos cansa, mas contraditoriamente, gosto dos arranjos.
Aqui Gil mete músicas numa seqüência (quem foi que disse que o trema acabou?) de felicidade ímpar. Primeiro vem "Andar com fé", depois "Drão" e então "Esotérico".

Seguem recortes dessas 3 faixas:

Andar com fé

"Andar com fé eu vou
Que a fé não costuma faiá..."

Drão

"Drão!
O amor da gente
É como um grão
Uma semente de ilusão
Tem que morrer pra germinar
Plantar nalgum lugar
Ressuscitar no chão
Nossa semeadura
Quem poderá fazer
Aquele amor morrer
Nossa caminhadura
Dura caminhada
Pela estrada escura..."

Esotérico

"Até que nem tanto esotérico assim
Se eu sou algo incompreensível, meu Deus é mais
Mistério sempre há de pintar por aí"

01 - Banda Um
02 - Afoxé é
03 - Metáfora
04 - Deixar você
05 - Pula, caminha
06 - Andar com fé
07 - Drão
08 - Esotérico
09 - Menina Do Sonho
10 - Ê Menina
11 - Nossa


5 comentários:

Macário Campos disse...

Grande disco!
Concordo plenamente com a conservação da trema.

Ialê Cardoso disse...

Gosto muito deste disco!E a música de abertura, Banda Um, me encanta desde menina( não que ainda não seja!)

Ely Santos disse...

Maravilhosa estas suas postagens Gilberto eo Rei da Musica Brasileira sem duvidas.estou sequindo seu blog de tanto que eu gostei.Tenho um blog sobre letras de musica se quiser participar ficarei contente.Beijos

Uma Música Por Dia disse...

Ialê, que história bacana! Claro que vc ainda é uma menina! Alguém disse o contrário? rs
Ely, visitarei teu blog em breve! :)
Macário, infelizmente um dia teremos que adaptarmo-nos ao fim da trema...
Abraços e beijos

Anônimo disse...

link do megaupload - nao funciona mais...